Passeio à Colonia del Sacramento


A pequena cidade de Colonia del Sacramento, tombada pelo Patrimônio Histórico da Humanidade, encanta a milhares de visitantes todos os anos.

O passeio para conhecer esta cidade histórica pode ser feito tanto de Buenos Aires quanto de Montevidéu. Saiba mais sobre este passeio tão procurado por visitantes das capitais argentina e uruguaia.

Como chegar

Colonia é o ponto mais próximo de Buenos Aires, na outra margem do Rio de La Plata. O transporte mais comum da Argentina para o Uruguai é feito por barcos, com rotas para Colônia e Montevidéu. Se além de Buenos Aires, seu plano de viagem também inclui conhecer Montevidéu,  você pode optar por passar o dia na cidade histórica de Colonia e à noite seguir de ônibus para a capital uruguaia. Pois, Colonia fica no caminho de Buenos Aires à Montevidéu. A Buquebus, empresa mais tradicional que opera estes barcos, oferece duas modalidades: o Buquebus (tradicional), que leva cerca de 3 horas, é mais barato e a viagem é feita em um barco aberto com um deck, música ao vivo e bar; e o Buquebus Rápido, que faz o trajeto em 1 hora, é mais caro e o barco é fechado. Outro ponto importante a destacar é que os alguns barcos também transportam carros, mas informa-se antes sobre a disponibilidade deste serviço.

Para comprar as passagens, você pode acessar o site da Buquebus (www.buquebus.com) ou ir à um dos pontos de vendas da capital argentina. Como não há poltronas marcadas na compra das passagens, chegue cedo para conseguir um bom lugar. Além disso, é preciso passar pela imigração argentina, que carimba sua saída do país, e pela uruguaia, que carimba a entrada. É importante guardar seus comprovantes para não pagar multa no retorno.

Onde ir

As ruas de Colonia são um verdadeiro museu a céu aberto. Por isso, o city tour em Colonia del Sacramento é ideal para quem gosta de história. Ruas com paralelepípedos, casarões colonias e até mesmo carros antigos, que atualmente são decorativos de um restaurante da cidade, trazem aquele ar de outra época.

O centrinho é conhecido como Bairro Histórico. Lá você vai conhecer os principais museus da cidade, a Plaza Mayor, a Puerta de la Ciutadela, a Basílica do Santíssimo Sacramento e o Farol.

O que não falta em uma cidade histórica são museus: Casa de Nacarello, Museu Português, Museu Principal, Arquivo Histórico Regional, Museu Espanhol e Museu do Azulejo. Para contar a história do local, os museus possuem acervos com peças originais e réplicas do período colonial.

A Basílica do Santíssimo Sacramento, igreja matriz de Colônia, é a mais antiga do Uruguai. Você também pode visitar a Calle de los Suspiros, rua que abriga os casarões mais antigos.

A 3 km do centro, fica a Plaza de Toros, arena de touros que funcionou de 1910 a 1912, quando o governo proibiu as touradas no país. Não é permitida a entrada no loca, por questões de segurança, já que a estrutura corre risco de desabamento. Mas, pelo lado de fora, é possível observar as características do local.

Para conhecer mais lugares e se deslocar entre um e outro local em menos tempo, é possível alugar bicicletas e motocicletas.

Caso você queira conhecer a cidade à noite, há hotéis e pousadas. Se não, você pode pegar o barco de volta à Buenos Aires, ou seguir caminho à Montevidéu.

Também é possível fazer o trajeto inverso e partir de Montevidéu, passar o dia o dia em Colonia e à noite pegar um barco para Buenos Aires. O trajeto Montevidéu/Colonia é feito de ônibus e a viagem de cerca de 180km.

———————————————————–
Mais info e reservas:

- info@interhabit.com.br
- São Paulo: 11.39570376
- Rio de Janeiro: 21.35219852
- Florianopolis: 48.30241747

———————————————————–
Complete sua viagem:
- Solicite seus bilhetes de avião para a InterHabit

———————————————————–
Agente de Viagens? Solicite as Tarifas Net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


8 − três =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>